quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

TRIO ELÉTRICO OU CARROS DE SOM TAMBÉM DEVEM OBEDECER NORMAS DE SEGURANÇA DA ABNT.


 "Alem das Casas Noturnas, Trios ou Carros de Som precisam de Laudos de Segurança"
Imagem Ilustrativa

Observando a atual preocupação com a segurança das pessoas que freqüentam casas noturnas, o que é muito salutar, resolvemos pesquisar o que é necessário para que se possa sair a rua em épocas de carnaval, com trio elétrico carros de som ou, como no carnaval do ano passado, em Piratini, um ônibus foi colocado nas ruas da Cidade para animar os foliões.
Chamado de Katraião ou catraião; o veiculo era equipado com gerador de energia elétrica, sistema de som e iluminação, percorria algumas ruas da Cidade sempre puxando o Bloco da Bicharada, tradicional com mais de cinqüenta anos de atividade.
Existe alguns pré requisitos para que se possa colocar um trio-elétrico  ou carro de Som que se utilize de gerador de energia seja ele 110 ou 220 volts.
 Todas as casas de festas e salões de baile, devem apresentar documentação e laudos técnicos, para depois voltar as atividades.

Elton Garcia.

AGRICULTOR COLHE ABÓBORAS GIGANTES EM TUCUNDUVA




"Frutos ultrupassam 30 quilos,o que anima a família do agricultor Gildo Sachetti"
Morador da comunidade de São Braz, em Tucunduva, o agricultor Gildo Sachetti comemora a farta colheita de abóbora nesta safra. Alguns exemplares colhidos ultrapassaram os 30 quilos, animando o produtor.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, em Tucunduva, Jonas da Silveira, que registrou as fotografias, o plantio da abóbora geralmente ocorre no mês de agosto, e a colheita, em janeiro. Conforme Silveira, não é comum encontrar frutos - como os colhidos na propriedade de Sachetti - em grande quantidade.

Outros agricultores de Tucunduva já procuraram o escritório da Emater/RS-Ascar para relatar que neste ano também colheram abóboras deste tamanho ou ainda maiores.
O aproveitamento da abóbora pode ocorrer de diversas formas, uma vez que é um alimento bastante versátil, podendo ser utilizado em pratos doces, salgados ou in natura.

Nos escritórios municipais da Emater/RS-Ascar, podem ser encontradas algumas receitas compartilhadas por agricultores e extensionistas que utilizam o fruto.

Texto: Deise Froelich
Foto: Jonas da Silveira/Emater/RS-Ascar


Rogerio S. Lucas

SPEROTTO E MAINARDI ASSINAM PROJETO NA 29ª FEOVELHA


“ENTIDADES DÃO INÍCIO AO PROJETO DE FOMENTO PARA A OVINOCULTURA”
 

O presidente da Farsul e Conselho Administrativo do Senar-RS, Carlos Sperotto, e o secretário de Agricultura e Pecuária do Estado, Luiz Fernando Mainardi, assinaram documento que formaliza a execução do projeto em benefício da cadeia de ovinocultura no Rio Grande do Sul, durante a abertura da 29º Feovelha, em Pinheiro Machado, no dia 26.01.2013.O programa foi anunciado pelo Governo do Estado no ano passado e terá a parceria da Farsul, Senar-RS e Sebrae, por meio do Programa Juntos para Competir – Ação integrada para o agronegócio gaúcho, para acontecer a partir do próximo mês. Na primeira fase do projeto 35 municípios da região Sul, que representam 80% do rebanho gaúcho, serão beneficiados com o atendimento técnico das entidades que promoverão a capacitação técnica e gerencial dos produtores. O objetivo é a melhoria dos índices zootécnicos com foco na elevação da rentabilidade dos sistemas de produção, além de mobilizar a cadeia da ovinocultura. Conforme Carlos Sperotto, o propósito principal é de melhorar a qualidade da carne e da lã para valorização no mercado nacional e internacional. “Os produtores já tem o mercado garantido e espaço. Precisamos aumentar a produção, com qualidade”, enfatizou. Sperotto também apontou as dificuldades que os produtores de ovinos vêm enfrentando ao longo dos anos em relação ao mercado, destacando a persistência daqueles que não desistiram da produção, usando como exemplo o criador da Raça Ideal e ex-presidente da Farsul, Flôr Amaral, criador há mais de 50 anos, com exemplares de qualidade, premiados em diversas feiras. Segundo o secretário, Luiz Fernando Mainardi, a parceria de qualificação prevê atender 800 produtores para que possam produzir mais animais, com melhor genética e produtividade para o fortalecimento da cadeia. Para a execução do programa serão investidos R$ 1milhão em atividades voltadas para todas as etapas de desenvolvimento da cadeia.
Juntos para competir O programa Juntos para Competir é uma parceria entre Senar-RS, Farsul e Sebrae, que une as atribuições de cada entidades para promover o desenvolvimento das cadeias do agronegócio. A partir do próximo mês, serão programadas a realização de consultorias para a elaboração dos planos de trabalho, reuniões de sensibilização, formação dos grupos de produtores e cursos de qualificação profissional para melhorar a qualidade do produto. Atualmente, as entidades atendem 18 projetos vinculados ao agronegócio no Estado.
Fomento a genética para aumentar o número de partos Também na oportunidade, foi contratualizado entre Senar-RS e Governo, o termo para disseminar o projeto que busca identificar os animais portadores do gene Booroola, um gene desenvolvido pela Embrapa Bagé, que amplia a incidência de partos múltiplos ao ser introduzido nos ovinos. A proposta é incluir na programação dos cursos de ovinocultura que o Senar oferece, informações e formas de acesso a esta tecnologia.
Texto:
Rogerio S. Lucas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

POLICIA CIVIL PRENDE CASAL SUSPEITO DE ROUBO


"Preso, o casal tinha de posse grande parte dos objetos roubados."

Presos, em sua residência, por volta das 11 horas da manhã, um casal, G.L.D., 21 anos, e sua companheira, a menor A.N.A., 15 anos, suspeitos de praticarem um arrombamento seguido de roubo em uma lancheria localizada na Vila do Cancelão, conforme comunicou a vitima, Maria S. Souza, ao chegar ao estabelecimento comercial, seu esposo deu por conta do arrombamento, ao verificarem o interior da lancheria, deram por falta de dois fardos de cerveja, chicletes, uma certa quantia em dinheiro, camisetas e calções do Grêmio e do Inter, que as vítimas comercializam no local.
Foto: Reprodução Policia Civil
De posse das informações prestadas pela vítima uma equipe da Delegacia de Policia Civil local, deslocou-se em diligência até a Vila do Cancelão, seguindo informações de populares, chegaram a casa dos suspeitos, um casal que mora na localidade conhecida como Corredor dos Moraes, após averiguações no local encontraram sete latas de cerveja, dezessete envelopes de chicletes, camisetas e calções do Grêmio e do Inter, e R$ 118,00 em moeda corrente.
Conduzidos para a Delegacia os suspeitos acabaram confessando o roubo, alegando estarem em dificuldades financeiras, não tendo como alimentar-se, curiosamente o local, um armazém e lancheria, além de bebidas e artigos diversos, também comercializa alimentos, o que entre os produtos roubados, não havia, após interrogatório, e de posse da confissão, o Delegado responsável deverá pedir a prisão de G.L.D, e encaminhar a menor ao Conselho Tutelar do Município, a mesma poderá ser entregue a família, ou encaminhada a casa de passagem do Município.
Com 80% dos objetos recuperados, a senhora Maria S. Souza, fez questão de agradecer ao trabalho da Policia Civil de Piratini “foram maravilhosos, competentes e prestativos, esta de parabéns a equipe de Policia Local, que rapidamente elucidou e recuperou grande parte daquilo que me havia sido roubado.”

Após saber da prisão do suspeito, um visinho de G.L.D., fez uma ligação para a Policia Civil questionando se não haveria mais eletrodomésticos na casa do suspeito,  após averiguar a denuncia, a Policia concluiu que o suspeito já havia cometido outro arrombamento seguido de roubo à menos de uma semana atrás.

Elton Garcia.